Vostok: Reinaldo e filho são indiciados pela federal por corrupção e lavagem de dinheiro Featured

Vostok: Reinaldo e filho são indiciados pela federal por corrupção e lavagem de dinheiro Rodrigo e o pai, governador Reinaldo Azambuja (Reprodução, Facebook)

Investigação aponta que governador recebeu R$ 67 milhões em propina

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e seu filho, Rodrigo Azambuja, foram indiciados pela Polícia Federal pelos crimes de lavagem de dinheiro, formação de organização criminosa e corrupção passiva. Reinaldo é suspeito de ter recebido R$ 67 milhões em propina pagos pela JBS. Com o esquema, os cofres estaduais tiveram prejuízo estimado em R$ 209 milhões.

O indiciamento do governador, do seu filho e de mais 20 pessoas é fruto da Operação Vostok, deflagrada em 2018 e que se baseou em informações repassadas pelos irmãos Batista, donos da J&F, empresa que controla a JBS. À época, os executivos afirmaram que quantias milionárias da propina foram pagas a Reinaldo.

O Grupo JBS manteve, segundo as apurações do STJ, ‘acordo criminoso’ com o governador em pagamentos de vantagem indevida em troca de créditos tributários. Para justificar a retirada de dinheiro eram emitidas notas fiscais sem contrapartida de bens ou serviços.

Em nota encaminhada ao Jornal Midiamax, o governador Reinaldo Azambuja classificou que a conclusão do inquérito lhe causou “estranheza e indignação”. Segundo ele, a denúncia é antiga e baseada em delações premiadas. Confira a nota na íntegra abaixo:

O governador Reinaldo Azambuja recebeu com estranheza e indignação a conclusão do inquérito. Trata-se de denúncia antiga, baseada em delações premiadas sem qualquer credibilidade e provas, que vêm sofrendo, em casos diversos no País, inúmeros questionamentos judiciais quanto à sua procedência e consistência. Passados três anos de inquérito tramitando no STJ, não foi possível concluir ou ao menos indicar de que forma o governador teria praticado qualquer tipo de ilícito. Desde a Operação Vostock, realizada de forma midiática e exorbitante, bem no meio da campanha eleitoral de 2018, não se conseguiu produzir uma única prova de que tenha recebido qualquer tipo de vantagem indevida da JBS. Neste caso, é importante pontuar que a própria empresa confessou que os termos de acordo para benefícios fiscais do estado não estavam sendo cumpridos e aderiu a programas de recuperação fiscal, bem como efetuou o pagamento de valores devidos a título de imposto, de modo que não houve dano ao Erário, nem tampouco qualquer ato de corrupção praticado. Com o fim do inquérito, o governador Reinaldo Azambuja entende que , em processo com ampla defesa, demonstrará a improcedência de todas as acusações a ele dirigidas.

Origem da investigação

A Operação Vostok nasceu de uma sindicância instaurada a partir da Delação da JBS ao MPF que foi convertida em inquérito a partir de pedido do então vice procurador-geral da República José Bonifácio Borges de Andrada ao STJ.

Rate this item
(0 votes)
Última modificação em Segunda, 06 Julho 2020 21:07

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Campo Grande terá toque de recolher às 21h, horário do comércio ampliado e blitze

Coronavírus: Rússia deve realizar vacinação em massa no começo de 2021

Maior parte das UTIs de Campo Grande está ocupada com vítimas de violência

Justiça mantém internação de adolescente que roubou mulher a caminho do trabalho

Promoção: Quarto dos Meus Sonhos

Em casa: saiba como melhorar o rendimento nos estudos durante a pandemia

Coronavírus: casos se aproximam de 1,3 mi na Índia e Espanha fala em 2ª onda de infecção

Pedido de desculpas não livra de punição desembargador que humilhou o guarda

Oi fecha acordo para venda e pode virar operadora de redes