Fux diz que indicado ao STF deveria ter currículo mais extenso, afirma jornal Featured

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, indicou descontentamento com a possível indicação do desembargador do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) Kassio Nunes para a Corte. Para o ministro, o indicado deveria ter 1 currículo mais extenso para assumir a cadeira, para manter o prestígio do Supremo. A informação foi divulgada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

O presidente do STF, ministro Luiz Fux, não teria sido informado da escolha

© Nelson Jr./STF O presidente do STF, ministro Luiz Fux, não teria sido informado da escolha

Fux acredita que a pessoa indicada para substituir o decano Celso de Mello deveria ser perfil técnico, como juiz de carreira. Uma das opções seria algum ministro atualmente no STJ (Superior Tribunal de Justiça), como Luis Salomão, preferência do presidente do STF.

Ao entrar em contato com pessoas próximas do presidente Jair Bolsonaro, Fux ouviu que a indicação de Nunes não está confirmada. Por outro lado, informações dão conta de que o presidente já comunicou os ministros da decisão.

 
 
Por: Poder360

Outra reclamação de Fux é quanto à sua exclusão do processo de consulta para a vaga. Outros ministros teriam participado da articulação, entre eles o ex-presidente Dias Toffoli e Gilmar Mendes, que recebeu Bolsonaro e Nunes em sua casa.

Kassio Nunes

O desembargador do TRF-1 nasceu em 16 de maio de 1972 em Teresina, no Piauí. Tem 47 anos. Se for indicado e tomar posse no STF, pode ficar 27 anos na cadeira, até completar 75 anos em 2047. Conheça as opiniões de Kassio Nunes.

Caso seja confirmado, Kassio irá substituir o decano da Corte Suprema. Celso de Mello retornou de licença médica na última 5ª feira (25.set.2020) e anunciou que vai antecipar a aposentadoria para o dia 13 de outubro.

Mello é o ministro há mais tempo em atividade no STF. O decano da Corte se aposentaria em novembro deste ano, ao completar 75 anos de idade. Conforme a legislação, todos os ministros do STF são aposentados compulsoriamente, quando atingem essa idade.

O magistrado já encaminhou ao presidente Jair Bolsonaro o ato formal sobre a antecipação da data de saída da Corte. Depois da aposentadoria, caberá ao presidente da República escolher o sucessor do ministro. A indicação precisa ser aprovada pelo Senado Federal.

 

 

 

Rate this item
(0 votes)
Última modificação em Quinta, 01 Outubro 2020 00:02

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Candidato(a) a Vereador(a) pagará até R$ 1 mil por divulgação em facebook de Eleitores

Motorista foge e abandona carreta com maconha com quatro toneladas de maconha

Europa tem mais de 250 mil mortes por Covid-19, diz agência

Homem preso com barras de ouro escondidas no ânus

Paraguai divulga regras para a reabertura gradual da Ponte da Amizade

Fronteiras de Pedro Juan e Salto Del Guairá podem continuar fechadas

Coronavírus em Mato Grosso do Sul já ultrapassa 75 mil casos confirmados

Polícia Militar Rodoviária divulga balanço do final de semana

Ação civil por improbidade administrativa pode comprometer candidatura de Ronaldo Franco