ASSALTOS E ROUBOS DIMINUEM EM PONTA PORÃ APÓS ASSALTANTES MORRER EM TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA Featured

Roubos e assaltos diminuem após assaltantes paraguaios falecer durante troca de tiros com policial de folga na cidade de Ponta Porã.

O alto índices de roubos e assaltos na cidade de Ponta Porã, descendeu drasticamente, segundo as autoridades, esta situação se deu após a morte de dois assaltantes paraguaios identificados como Rubén Darío Cuevas Ortiz (22) e Fabio Bernal (23) que a bordo de motocicleta aterrorizavam a região de Ponta Porã, onde no dia 12 de abril deste ano, durante um assalto a uma universitária do curso de medicina no centro da cidade acabaram se Ruben Dario Cuevas Ortiz (22) e Fábio Bernal (23) um deparando com um Policial Militar de folga que saiu em defesa da universitária e deu voz de prisão a dupla que de imediato reagiram disparando contra o policial que revidou os disparos atingindo a dupla que devido aos ferimentos morreram antes mesmo de receber atendimento médico em pleno centro da cidade de Ponta Porã.

Informações indicam que durante o mês de março foram registrada 84 assaltos, sendo que no mesmo período no mês maio foram registrados apenas 14, situação que indica uma redução drástica na ação de delinquentes nesta parte do estado na fronteira com a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero.

A forte presença da polícia nas ruas de Ponta Porã tem beneficiado a Segurança Pública na região, onde a população voltou a transitar com uma maior tranquilidade a qualquer hora do dia ou da noite, já que muitos dos policiais passaram mesmo estando de folga atuar na defesa da população, moradores estes que seguem solicitando um maior número de policiais nas ruas de Ponta Porã ao governo do estado, assim também as autoridades do legislativo já manifestaram seu apoio ao pagamento do adicional de fronteira aos policiais que prestam serviço nas cidades situadas na fronteira com outros países, onde policiais de folga devem sair em defesa da população sem ter nenhum benefício e correndo o risco e tempo para justificar ante a justiça uma justa atuação em favor da população, ao invés de estar junto aos seus familiares em seu momento de descanso.

 

 

redacao poranews

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bilhões

País gera 43,8 mil empregos formais em julho

Bolsonaro alerta para guerra da informação

PF prende homem por compartilhar cenas de abuso sexual infantil

Funcionário com esclerose múltipla precisa de sala adequada

Supermercado Sol e as ofertas da quinta verde

devaldo Mattoso Barbosa pede pavimentação asfáltica para o bairro Jardim Flamboyant

Edinho Quintana reitera pedido de faixa elevada na Vila Renô e melhorias no Residencial II