Trabalhador percorre 100 km a pé para denunciar escravidão e 17 são resgatados de fazendas em MS Featured

Força-tarefa esteve em 6 fazendas de três municípios

| MIDIAMAX/ANA PAULA CHUVA

Uma força-tarefa realizada entre os dias 2 e 6 de dezembro resgatou 17 trabalhadores de seis fazendas na região sudoeste de Mato Grosso do Sul, em situação análoga à escravidão. O resgate aconteceu após um deles ter percorrido 100 quilômetros a pé, de Porto Murtinho ao Ministério Público Estadual em Bela Vista, e realizar a denúncia.

De acordo com o trabalhador, ele estaria há dois meses prestando serviços na carvoaria de uma fazenda próxima a Porto Murtinho, e teria recebido apenas R$ 100 pelo trabalho. E após ser agredido deixou o local e percorreu mais de 100 quilômetros até o MPMS em Bela Vista para reclamar seus direitos. Em depoimento ele ainda afirmou que não sabe ler nem escrever.

 

 

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Prefeitura de Ponta Porã recebe mais de 5 mil EPI´s da JBS

Covid-19: Brasil tem 69.184 mortes e 1.755.779 casos confirmados, dizem secretarias de Saúde

STJ concede prisão domiciliar a Fabricio Queiroz

Cantora Jayana Moreira é destaque da musica Gospel em 2020

Motorista ouve Deus lhe dizer para se abaixar e escapa de acidente: “Ele me salvou”

Vereadores de Ponta Porã aprovam 66 emendas ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias

Caixa isenta linhas do Pronampe de tarifa de abertura de crédito

Vostok: Reinaldo e filho são indiciados pela federal por corrupção e lavagem de dinheiro

Mãe é socorrida após ser esfaqueada no rosto pela filha