Por segurança, STF não divulgará com antecedência agenda de Toffoli Featured

Ministros da Corte têm sido alvo de ameaças em redes sociais

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu não mais divulgar com antecedência todos os compromissos na agenda do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli. O motivo da medida seriam os riscos à sua segurança.

Nesta segunda-feira (27), pela manhã, o ministro foi a um seminário sobre a Lei de Proteção de Dados, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas sua presença só foi divulgada após ele ter discursado no evento, mesmo procedimento que já havia ocorrido na semana passada. 

Segundo informações de assessores do Supremo, a medida está inserida no esforço para blindar a segurança dos ministros da Corte, que têm sido alvo constante de ameaças nas redes sociais, por exemplo.

Outra medida é a compra de carros blindados, além das já tomadas anteriormente, como a abertura de um inquérito de ofício (sem provocação externa) para apurar tais ameaças, cujo relator é o ministro Alexandre de Moraes.

Para ilustrar o risco ao qual os ministros estariam expostos, foi citado por um assessor um tomate jogado no ministro Ricardo Lewandowski na última sexta-feira (24), na saída de um evento em São Paulo.

Questionado pela Agência Brasil sobre a informação, o STF disse que a segurança é o fator que define "o melhor momento de publicação de compromissos ao longo do dia".

"Importante destacar que a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527) ou qualquer outro normativo não impõe prazo e/ou horário para a divulgação da agenda da autoridade", acrescentou a assessoria da presidência do STF.

  • Edição: Maria Claudia

Por Felipe Pontes – Repórter da Agência Brasil

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Campo Grande terá toque de recolher às 21h, horário do comércio ampliado e blitze

Coronavírus: Rússia deve realizar vacinação em massa no começo de 2021

Maior parte das UTIs de Campo Grande está ocupada com vítimas de violência

Justiça mantém internação de adolescente que roubou mulher a caminho do trabalho

Promoção: Quarto dos Meus Sonhos

Em casa: saiba como melhorar o rendimento nos estudos durante a pandemia

Coronavírus: casos se aproximam de 1,3 mi na Índia e Espanha fala em 2ª onda de infecção

Pedido de desculpas não livra de punição desembargador que humilhou o guarda

Oi fecha acordo para venda e pode virar operadora de redes