Ex-policial é morto na frente da família em estacionamento do Shopping China Featured

A poucos metros de Ponta Porã

 CAMPO GRANDE NEWS / HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS

O ex-policial paraguaio Milciades Barreto Paredes, conhecido como “Pantera', foi executado há pouco em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. O crime ocorreu no estacionamento do Shopping China, maior loja de importados da fronteira e a poucos metros do território brasileiro.

Milciades estava com familiares e no momento em que deixava a loja de importados foi perseguido pelos pistoleiros e alvejado com vários tiros. Cápsulas deflagradas de calibre 9 milímetros foram encontrados ao lado do corpo.

Outros clientes do shopping entraram em desespero e saíram correndo, temendo serem atingidos pelos tiros. Havia grande movimento no estacionamento e dentro da loja.

A reportagem apurou que Milciades estaria pressionando outros policiais para ser readmitido na Polícia Nacional do Paraguai. Caso contrário, prometia revelar o que sabia sobre o envolvimento dos antigos colegas com o crime organizado. Ele possuía antecedentes por tráfico de drogas e de armas no Brasil.

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Candidato(a) a Vereador(a) pagará até R$ 1 mil por divulgação em facebook de Eleitores

Motorista foge e abandona carreta com maconha com quatro toneladas de maconha

Europa tem mais de 250 mil mortes por Covid-19, diz agência

Homem preso com barras de ouro escondidas no ânus

Paraguai divulga regras para a reabertura gradual da Ponte da Amizade

Fronteiras de Pedro Juan e Salto Del Guairá podem continuar fechadas

Coronavírus em Mato Grosso do Sul já ultrapassa 75 mil casos confirmados

Polícia Militar Rodoviária divulga balanço do final de semana

Ação civil por improbidade administrativa pode comprometer candidatura de Ronaldo Franco