POLICÍA CIVIL DESVENDA CASO DE DUPLO HOMICÍDIO E AUTORES ACABAM PRESOS NO INTERIOR DO MS Featured

Polícia Civil prende casal autores de execução de dois próximo a cidade no interior do Mato Grosso do Sul.

Na manhã do último dia 15 os corpos de Josias da Silva Machado (47) e Pedro Avila Moraes Filho (21) foram encontrados em uma estrada vicinal localizada na região da Aldeia Jaguapiru próximo a cidade de Dourados no Mato Grosso do Sul, sendo constatado, pelos investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais e agentes da Polícia Técnica coordenado pelo delegado Dr. Rodolfo Daltro, que as vítimas receberam vários golpes de faca e facão pelo corpo, tendo os seus rostos desfigurados diante da brutalidade da agressão. As diligências realizadas pelo SIG apontaram que Josias e Pedro, sobrinho e tio, foram vistos perambulando pela madrugada do dia 15 embriagados pelas região da Aldeia Jaguapiru, antes de serem mortos. Durante as investigações veio à tona que as vítimas haviam se envolvido em uma discussão com indivíduos até aquele momento não identificados. Ao serem aprofundadas as diligências restou apurado que ao passarem na frente da casa do casal Rone Marques Alves (32) e Janaina Benites de Oliveira (25), as vitimas foram hostilizados, iniciando-se uma discussão, quando o casal se apoderaram de facões e facas, e provavelmente com a ajuda de um outro indivíduo, perseguiram as vítimas e as mataram de forma brutal ae violenta. Mediante ininterruptas diligências equipe do SIG que se deslocou a Aldeia Jaguapiru na manhã do último domingo identificou o local onde moravam o casal, que deixaram a região após executar as duas vítimas, o casal, segundo informação, fugiram para local ignorado. Na segunda-feira o SIG identificou um imóvel localizado na cidade de Dourados onde os autores estariam se escondendo, todavia ao perceberem a aproximação dos policiais o casal novamente fugiram, embrenhando-se em uma mata, não sendo encontrados. Finalmente na manhã de terça-feira o casal acabaram presos, quando Janaina alegou que após terminada a discussão comas vítimas ela, Rone e um terceiro indivíduo pegaram facões e passaram a segui-los, começando uma briga. Janaina alegou que as vítimas traziam facas consigo, mas ela e Rone não apresentavam nenhum sinal de ferimento decorrente do recebimento de golpes desses instrumentos. Rone também disse que foram atrás das vítimas, mas sustentou que apenas Janaina e outro indivíduo portavam facas. As investigações demonstraram que o casal eram tidos como pessoas violentas na região da Aldeia Jaguapiru, onde manifestavam ser integrantes de uma facção criminosa.

As investigações apontaram que as vitimas não apresentaram reação ao serem mortos, devido estarem muito alcoolizados, pela que Rone e Janaína foram presos em flagrante pela prática de duplo homicídio qualificado, sendo representado pela decretação de suas prisões preventivas.

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

Estudo identifica que cloroquina aumenta risco de arritmia cardíaca

No Brasil, coronavírus mata mais que diabetes, AVC e câncer de mama

Com 50 casos ao dia, é assustador ver gente sem máscara nas ruas de MS, diz secretária

MS chega a 805 casos de coronavírus com avanço exponencial e 59 positivos nas últimas 24 horas

5 técnicas para fechar uma boa compra de um apartamento no Morumbi

Frente fria se aproxima e previsão indica chuva em MS nesta quinta-feira

Desobediência ao toque de recolher leva 20 pessoas para a delegacia de Itaporã

Paraguai autoriza reabertura gradual do comércio na fronteira

Defensoria Pública realizou 14 mil atendimentos em MS