Em audiência na Secretaria de Segurança Pública do Estado, o prefeito Hélio Peluffo pediu ao secretário José Carlos Barbosa o reforço da estrutura policial de Ponta Porã e solicitou a volta da Força Nacional ao município, “atendendo ao clamor da população que pede mais segurança”.

O secretário garantiu ações regulares das forças especiais de segurança Pública do Estado, como as unidades do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque), inclusive com apoio aéreo, assinalando que a presença da Força Nacional será analisada para ver se a solicitação se enquadra nas exigências da legislação para atendimento ao município. Em caso positivo,  o pedido do prefeito será encaminhado à Brasília.

O secretário assinalou que vai atender o prefeito e, através dele a comunidade da fronteira, ressaltando que a questão da segurança é nacional e que o Governo de Mato Grosso do Sul tem feito enormes investimentos em viaturas, armamentos, equipamentos e recursos técnicos para aparelhar os organismos de segurança de Mato Grosso do Sul.

Na audiência, o prefeito e o secretário analisaram várias providências para aumentar a proteção à população da fronteira, uma área que é prejudicada pela forte presença do tráfico de drogas e onde marginais de várias regiões do país vem atuar pela facilidade de escapar das forças de segurança.

O prefeito disse que a questão da segurança pública é afeta aos governos estadual e federal, mas que a Prefeitura fará a sua parte com melhorias, treinamento e equipamento da Guarda Municipal. Uma parceria com a Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado será firmada para capacitar e armar os guardas municipais que, atuando juntamente com as policiais contribuem para a segurança da população.

Investimentos

O secretário José Carlos Barbosa mencionou os recentes investimentos do Governdo do Estado no combate à criminalidade com a entrega do  sistema de videomonitoramento em vias públicas de Ponta Porã, totalizando cerca de R$ 500 mil. O governador Reinaldo Azambuja também  entregou ainda 12 viaturas para Ponta Porã e região, que representam investimentos de R$ 2.335.990,00 do Programa MS Mais Seguro. Do total, oito são para a Polícia Militar, duas para a Polícia Civil e duas para o Corpo de Bombeiros. Ponta Porã recebeu seis unidades, sendo três para a Polícia Militar, uma para a Polícia Civil e um caminhão autobomba tanque para o Corpo de bombeiros Militar.

“Nós precisamos de um reforço muito grande das forças federais na fronteira. Essa tem sido a nossa luta desde o primeiro momento. Se nós olharmos as apreensões, enxergamos a Polícia Militar, a Polícia Rodoviária Estadual, mas não vemos a presença ostensiva das forças federais”, disse Barbosa, ressaltando que a presença estadual ajuda, mas sozinha não resolve o problema. Precisamos integrar as polícias com inteligência e trabalho conjunto”, frisou o secretário.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA