O prefeito Hélio Peluffo participou nesta terça-feira, 06, da primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores, marcando a retomada das sessões legislativas neste ano de 2018. Hélio leu mensagem do Poder Executivo, onde apresentou um balanço das ações desenvolvidas durante o primeiro ano de mandato e as projeções para este ano e os próximos. O vice-prefeito Caio Augusto acompanhou o prefeito.

“É com muita honra que me dirijo a esta augusta Casa de Leis com o objetivo de prestar contas das ações do Executivo no decorrer do exercício de 2017 e apresentar nossos planos de ação e expectativas para o ano de 2018 que se inicia, cumprimentando a mesa diretora, presidida pelo ilustre vereador Cândido Gabínio e, através dele, estender a todos seus pares, os votos de um ano profícuo e realizador”.

Ele citou a correção de distorções na folha de remuneração dos servidores administrativos agregando qualidade ao ensino com investimentos no ensino da robótica.  “Buscamos a melhoria da estrutura física garantindo R$ 2 milhões do senador Moka, já aprovados pelo FNDE, para reforma e ampliação das escolas Ade Marques, João Carlos Pinheiro Marques, Conceição Capiberibe e Marcondes Pereira, a serem entregues em 2018”.

OBRAS – O prefeito falou aos vereadores que “também vamos concluir e equipar quatro Centros de Educação Infantil nos bairros Guy Vilela, São Tomaz, São João e Carandá. Estamos providenciando a ampliação pontual de escolas municipais, com número de salas adequado às necessidades. Outra medida de modernidade, transparência e valorização da competência, foi a realização de prova escrita para a seleção de professores convocados temporariamente. Foi a primeira que a Prefeitura usou esse método para selecionar os professores convocados”, afirmou.

“Mais de 1.210 candidatos participaram da prova que vai permitir à Prefeitura selecionar os mais habilitados, garantindo aos nossos alunos professores habilitados. Elimina-se o favorecimento e a indicação política ou por outros fatores que ponham em risco a qualidade da educação”, citou.

O prefeito afirmou que “este ano a Prefeitura vai entregar uniformes para os cerca de 13 mil alunos que devem se matricular na rede municipal: duas camisetas e bermudas para alunos dos Ceinfs e duas camisetas para alunos do Ensino Fundamental. Os avanços na saúde começaram com a modernização do Hospital Regional e instalação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com 10 leitos, uma realização do Governo do Estado que assumiu a administração da unidade de saúde.

“Assumimos um município com grandes demandas de infraestrutura, principalmente porque muitas obras estavam paralisadas e os recursos federais se perdendo pelas mais diversas razões”, disse. “Nosso primeiro esforço foi resgatar emendas e convênios para evitar a devolução ou mesmo o cancelamento dos projetos. Enquanto acionávamos Brasília para manter os recursos, duas pontes apresentaram problemas: a da Rua Comandante Cardoso, hoje reconstruída, e a ponte sobre o córrego São João, na Rua São Vicente de Paula, também terminada.

Realizamos recapeamentos de emergência de diversas vias danificadas e iniciamos um programa de pavimentação asfáltica que atende vários bairros de Ponta Porã”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA